top of page

Quanto custa em média imigrar para Estados Unidos?

Morar fora do país é um sonho de muitos brasileiros, seja para vivenciar outras culturas, estudar ou conseguir melhores oportunidades de emprego. Quem quer conseguir um visto de residência precisa passar por um processo burocrático, que é diferente de acordo com a legislação de cada país.


Além de reunir documentação, também é necessário desembolsar uma quantia que pode ser bastante considerável. Os valores começam por volta de R$ 930 e podem chegar a R$ 154 mil, dependendo do país.


O processo até o visto definitivo também pode demorar até 3 anos. A facilidade para conseguir a aprovação para morar no país pode depender de fatores como qualificação profissional, renda declarada e fluência de idiomas.


O Estados Unidos possibilita uma das maiores variedades de vistos, o que torna a imigração longe de ser uma receita de bolo. Existem mais de 180 opções de vistos e uma consultoria pode ser importante para definir qual a melhor opção para o imigrante de acordo com cada pré-requisito.


Um consultor explica que os custos para imigração podem partir de US$ 5 mil (R$ 25,6 mil na cotação atual) e podem alcançar até os US$ 30 mil (R$ 154,7 mil) a depender do tipo de visto e do número de pessoas na família.


Segundo ele, o visto ideal deve ser avaliado caso a caso. Existem opções cuja emissão demora de 2 a 3 meses e outras cuja espera até a liberação para o país pode durar até 3 anos.


Para o especialista em Direito Internacional não existe visto fácil, existe visto adequado. As pessoas tendem a se basear no caso de vizinho, amigo, e isso é o maior erro. Uma nuance no perfil profissional pode mudar no que vai ser pedido diante da lei imigratória


O primeiro passo para a imigração, conforme o especialista, é buscar uma consultoria para que se identifique para qual visto a aplicação é mais adequada. Reunida a documentação necessária, basta pagar as taxas do consulado e esperar a aprovação.


O mercado de trabalho americano é uma das maiores oportunidades para quem quer imigrar. Quem se encaixa nos pré-requisitos pode conseguir boas ofertas de emprego.


PONTOS DE ATENÇÃO


A legislação imigratória americana exige que quem quer imigrar preste bastante atenção para que detalhes não impliquem na negativa do visto.


As barreiras são muito sutis, mas muito perigosas. Primeiro você tem que trabalhar com profissionais que saibam o que estão fazendo, porque a lei americana é muito clara e eles são bem pragmáticos. Tem que ter profissionais sérios e nunca mentir. No caso da imigração, quando for constatada uma fraude ou uma mentira, isso é um problema grande


As intenções do imigrante devem ser claras logo no momento da solicitação do visto. É preciso se atentar também para permissões e proibições de cada tipo de visto.


“O visto de estudante tem uma maior quantidade de disponibilidade. Mas ele não é mais fácil, você precisa comprovar que o período de estudos nos Estados Unidos vai agregar na sua carreira no Brasil, visto de estudante não é para aquela pessoa que tem intenção de estudar lá e ficar. Se você demonstrar isso na sua entrevista no consulado americano eles vão negar o visto e podem inclusive cancelar visto de turismo se você tiver”

bottom of page